#24 -Sobre ter 25 anos e pedirem-me o BI para entrar numa discoteca

dia 24
Tempo de leitura:3 minutos

Já não ligo, nem me indigno, quando me pedem o BI para entrar numa discoteca, ou quando compro bebidas alcoólicas e me informam que é necessário alguém maior de idade. Também já me habituei às caras de choque quando digo que tenho 25 anos, depois de várias tentativas de adivinharem a minha idade que raramente passam dos 19. Acho piada ao ar confuso de quem não me conhece quando digo que vou brevemente defender a minha tese de mestrado.

Um dia, quando tiver 50 anos, talvez agradeça o facto de parecer mais nova. Até lá umas vezes fico só farta de ouvir sempre a mesma coisa, outras rio-me, porque é irónico que vivendo uma vida de adulta, a minha aparência seja de criança.

O termo técnico é “baby face”, em português cara de bebé. Refere-se a pessoas, como eu, com caras redondas, bochechas fartas, olhos grandes, poucas rugas. Em resumo, são pessoas que parecem mais novas do que parecem. Estudos demonstraram que as pessoas consideram as pessoas com baby face mais bonitas e simpáticas, mas nem tudo é bom. As pessoas com este tipo de cara também são consideradas menos inteligentes, menos capazes e mais infantis.

É chato? É, mas faz parte da vida. Por isso decidi partilhar com vocês o meu top 3 de momentos da minha baby face.

1. Quando vais com o teu grupo de amigos mais novos (e menores) a uma discoteca, mas só te pedem o BI a ti. 

Esta é uma das que mais me chateou, até porque não tinha o meu BI comigo. Conclusão, já todo o grupo tinha entrado e tiveram que sair por minha causa, a maior de idade, que realmente podia ter entrado. Não é algo que me aconteça com frequência porque não saio à noite com frequência. Um facto curioso é que nunca fui “barrada” antes dos 18 anos, talvez porque nessa altura fizesse todo um esforço ao nível da roupa e da maquilhagem para parecer mais velha. Hoje em dia, sei que posso ir de chinelos e acabada de acordar que o meu BI chega (mas é preciso lembrar-me de o levar comigo).

2. Quando tu estás a mostrar o BI a uma pessoa, mas ela não sabe fazer contas, e insiste que tu tens menos 2 anos

Irrita-me bastante quando acham que sou menor e me ofereço para mostrar o BI e não acreditam em mim.Mas tira-me ainda mais do sério quando mostro o meu BI e continuam a achar que sou menor. Ultrapassa-me a razão pela qual, tendo a minha data de nascimento na mão, as pessoas não sejam capazes de fazer uma conta básica para perceber que desde 2010 que tenho 18 anos. Se a matemática delas não chega aí, existe uma calculadora em cada telemóvel.

3. Quando tens 21 anos e te dão 14 

Foi a menor idade que me deram desde que tenho 20 anos. É frequente as pessoas acharem que tenho entre 16 e 18 anos. Alguns amigos dizem que parece que tenho 15 anos, mas é mais para me chatearem. Mas aconteceu, a mãe de uma miúda com quem fazia bodyboard achar genuinamente que eu tinha 14 anos. Em defesa da senhora, a filha tinha uns 12/13 anos e por isso ela já me estava a achar mais velha do que as outras, só não achou que fosse tanto.

4. Quando pagaste meio-bilhete até aos 14 e poderias ter continuado a pagar (pelo menos) até aos 18

Provavelmente não devia dizer isto. Em minha defesa, desde o dia em que fiz 12 anos que queria pagar o bilhete inteiro, mas frequentemente a minha mãe não me deixava (talvez porque era ela quem pagava o bilhete). A verdade é que com muita insistência minha, deixei de pagar meio bilhete por volta dos 13/14. Se fosse pela minha aparência acho que conseguia dar uma de criança de 11 anos até pelo menos aos 18 e talvez até aos 20 (ver ponto anterior).

5. Quando acham que o teu namorado é alguns anos mais velho, mas na realidade ele é 2 meses mais novo

Esta é muito engraçada. Até porque sempre achei que era muito mais giro ter um namorado 2/3 anos mais velho. Ele parece um pouco mais velho que a idade que tem, eu pareço bastante mais nova do que a idade que tenho. Acho que a certo ponto das nossas vidas se continuarem eternamente a ter uma cara de miuda de 18 anos isto pode tornar-se estranho, mas no fundo é um dois em um: ele parece mais velho e eu continuo a poder ganhar discussões com o argumento: “eu sou mais velha, por isso quem manda sou eu” (maturidade acima de tudo).

One Reply to “#24 -Sobre ter 25 anos e pedirem-me o BI para entrar numa discoteca”

  1. Olá querida, adorei o teu post! «3
    Sabes eu passo o mesmo caso que tu, tenho 24 anos a caminho dos 25 em Dezembro e todos acham sempre que sou mais nova, ser baixinha também é uma ajuda para isso. 🙂
    Uma vez fui ao cinema ver um filme de maiores de 16 imagina, e o senhor ficou olhar para mim uns minutos calado até que me disse: Sabe que este filme é para maiores de 16? Na altura tinha 19. 😂
    Obviamente que mostrei o B.I e ele coitado pediu-me mil desculpas, mas é uma coisa natural é como tu dizes, quando tivermos 40/50 parecemos umas jovens! Beijinhos 😘

Deixe uma resposta