A minha companheira de casa

Já há um tempo que estava para escrever este post, mas hoje veio a inspiração que precisava para o escrever. Há 3 anos e tal arranjei uma companheira de casa que embora me destrua a casa e a paciência, é a maior doçura do mundo. Acho que devia ser obrigatório para quem vive sozinho ter um animal de estimação. Fazem-nos tanta companhia e trazem outra alegria ao dia-a-dia. Sempre quis ter um cão, mas como tenho uma casa muito pequena isso ia ser sempre um pouco complicado. Acho que não devemos ser egoístas ao ponto de querermos um animal só para satisfazermos a nossa vontade quando não temos espaço para que ele possa viver de forma confortável. Por isso, fui adiando a adopção de um cão. Sim, adopção, porque nunca coloquei a hipótese de comprar um cão, com tantos cães abandonados a precisarem de uma família e pessoas que têm ninhadas para dar. Os gatos não eram uma opção, porque não gostava de gatos. Quando tinha uns 5 anos, fui arranhada por um gato e desde então nunca fiquei amiga da espécie. Mas em 2013, passei umas férias com os meus padrinhos e o gato deles, o Riscas, e fiquei […]

Continue Reading

Antes de ir: cuidados a ter quando vais estar fora

malas prontas, antes de ir para fora

Estamos numa época de feriados e fins de semana grandes. Com voos baratos e as cidades todas a encherem-se de luzes e mercados é uma óptima altura do ano para fazer uma escapadinha. Mas se a casa vai ficar “vazia” há alguns cuidados que devemos ter com a casa antes de ir para fora para garantir que quando voltarmos encontramos a nossa casinha como a deixámos. Para além dos cuidados, há algumas dicas que vos vou deixar sobre como fazer com que o regresso seja menos desgostoso. Algumas destas coisas, como fechar a água e o gás, faço sempre. Outras, como deixar tudo limpo e arrumado, nem sempre consigo fazer. Dica número 1: Deixar tudo limpo e arrumado O primeiro cuidado a ter com a casa antes de ir para fora é deixar tudo limpo e arrumado. Se for por uma semana ou mais costumo fazer uma limpeza maior antes de ir. Mas mesmo que vá apenas por uns dias, tento sempre deixar a loiça lavada e as coisas arrumadas. Evito deixar coisas espalhadas no chão ou roupa lavada por arrumar. Dependendo do tempo que eu tenha ou do meu cansaço, isto pode não acontecer. Mas sabe muito melhor chegar a uma […]

Continue Reading

Receita – Massa com molho de tomate e natas

Esta é uma receita super simples, tão simples que quase não é uma receita. No entanto, quando o experimentarem vão perceber porque é que milhares de pessoas no pinterest adoram este prato. Aliás, foi através do pinterest que vi pela primeira vez a receita e decidi experimentar. Tenho que confessar que estava com algum receio, mas o resultado final é óptimo, faz-se em 15 minutos e só são necessários quatro ingredientes. Hoje o esforço de edição foi todo para o vídeo, por isso o post é mais simples e no fundo é só um auxiliar escrito ao vídeo. Espero que gostem. Deixem nos comentários outras receitas que gostassem de ver, uma vez que a ideia é ir fazendo alguns vídeos deste género no futuro. RECEITA Dificuldade: muito fácil Tempo: 15 minutos (até é possível que demorem menos) Ingredientes: Massa (eu prefiro tagliatelle) Polpa de tomate/Tomate triturado Natas Queijo ralado Alho e cebola picados (como não tinha, no vídeo usei massa de alho, mas o sabor fica muito melhor se usarem alho e cebola frescos picados). Instruções: Colocar cerca de 1 litro de água a ferver numa panela média Quando a água estiver a ferver, adicionar a massa (sugiro um a […]

Continue Reading

De só a sozinha?

Será que é possível uma pessoa, ainda por cima uma rapariga, gostar de estar sozinha? Será que não é muito melhor estarmos sempre acompanhados? Será que não aprendemos só a gostar de estar sozinhos quando inevitavelmente não temos ninguém com quem estar? É para responder a esta e a outras perguntas que decidi escrever este post. Considero que, para a idade que tenho (24 anos), já tive uma boa experiência do que é a solidão e do que é estar sozinha. Entre mudanças de cursos, chatices familiares e com os amigos, já passei algumas temporadas mais sozinha que acompanhada. Já passei fins de semana inteiros sem falar com ninguém. E sei que no fim, por muito que custem, esses são momentos que nos fazem crescer incrivelmente. Não é fácil, numa casa vazia confrontamo-nos com tudo o que somos e o que não somos. Numa casa vazia só existimos nós próprios: com os nossos defeitos e as nossas qualidades, não há outro com quem falar, outro que criticar, não há outro. Somos nós, no nosso melhor e no nosso pior. No início, custa encontrarmo-nos a sós, depois custa não termos este espaço só nosso. A primeira vez que fiquei sozinha em […]

Continue Reading

Diário de uma rapariga que vive sozinha

Não, não é o meu. É o famosíssimo diário de Bridget Jones. Bridget, uma londrina que vive sozinha, relata-nos de forma engraçada o seu dia-a-dia entre a liberdade de viver sozinha agora e o pânico de viver sozinha para sempre. Muitas vezes referido ao longo do livro é o mito da mulher que morre sozinha em casa e é comida pelos gatos. O livro já tem muitos anos, mas encontrei-o por um euro e decidi lê-lo no Verão. Foi uma leitura leve e agradável. É um livro que se lê rápido. Embora não seja igual ao filme, é bastante parecido. Mas achei sobretudo interessante, ler um diário ficcional de uma mulher que como eu, vive sozinha. O dilema carreira vs. família Porém, acho que nos separa uma geração. Depois de ter passado os últimos anos da adolescência e os primeiros da vida adulta a ver filmes e séries de mulher que diziam não querer casar e ter filhos e em que me passavam pelos olhos tantos exemplos de mulheres que por opção ou pressão se dedicaram à carreira e que, ignorando os relógios biológicos, deixaram a família para depois ou optaram por nem a colocar nos seus planos. Penso que […]

Continue Reading