#16 – o drama da tese

16

Não, isto não é um post, de uma pessoa que acha que é uma estupidez termos que escrever uma tese e que odeia tudo o que seja ler artigos e fazer investigações. Pelo contrário, sempre adorei a área de investigação (aliás vou-me candidatar a um doutoramento em Setembro) e por isso sempre achei que ia ser super simples para mim fazer a minha tese. Durante o meu curso, sempre fizemos vários projectos de investigação, por isso sempre olhei para a tese, como mais um trabalho. E como adoro investigação, sempre achei que seria algo relativamente fácil e que teria prazer em fazer. Acho que a maior lição que aprendi, é que a tese é muito mais do que a tese. É metade dos créditos de um ano, é dos poucos trabalhos que fazemos sozinho, é um trabalho com um prazo super alargado, é o primeiro trabalho onde investimos realmente muito e é o nosso bebé. E é um bebé que dá muitas dores de cabeça. Não podemos e não queremos fazer qualquer coisa só para entregar. O tempo que inicialmente prevemos gastar estende-se e com um prazo longínquo (normalmente de um ano), é difícil ter o auto-controle para terminar rápido. […]

Continue Reading

Como organizar o tempo e a vida quando não temos horários

tese-organizar

Por estes dias estou a trabalhar na minha tese e relatório de estágio, o que me leva a sentir um misto de férias e desemprego. Quando estamos de férias, um dia ou dois, não ter horários pode parecer espectacular. Mas quando não temos horários para cumprir durante vários meses e os objectivos são a longo prazo é preciso arranjar estratégias que nos permitam aproveitar ao máximo este tempo e não passar o dia a dormir e a ver séries. Expectativa vs. Realidade Para mim, não está a ser nada do que esperava, estou a demorar imenso tempo a re-organizar-me e a por toda a minha vida novamente sobre rodas. Entre tantas possibilidades e com tanto tempo disponível às vezes torna-se difícil escolher o que fazer e começar a ocupar o tempo. Tenho visto os dias de Março a passarem, um atrás do outro, com o sentimento de que não estou verdadeiramente a aproveitar este tempo. Provavelmente serão os últimos meses em que posso estar tranquilamente a fazer o que me apetecer e em que posso organizar o meu tempo como quiser e em vez de fazer coisas produtivas, ou mesmo coisas que gosto, os dias estão a passar-se atrás do PC, […]

Continue Reading