Como fazer se ficares doente e precisares de ir ao hospital?

como-ir-ao-hospital

Imagina que cais ou que estás doente e precisas de ir ao hospital? Se, como eu, vives sozinha(o) ou os teus pais não estão em casa, fica a saber que há alguns truques que podem facilitar uma ida ao hospital (neste caso, público). Não esperes por estar doente para leres isto, fica a saber tudo e quando precisares é só seguires estes passos.

Até uma certa idade ia ao hospital porque alguém, normalmente a minha mãe, decidia que a minha doença era o grave o suficiente para necessitar de ser vista por um médico. Ela lá fazia o que tinha de fazer, íamos até ao hospital e voltava para casa. Em geral, parecia algo simples. E é. Mas quando se vive sozinho, é sempre diferente pensar nestas coisas. Muitas vezes, não vou ao hospital pelo simples facto que me sinto demasiado doente para me mover até lá. Com a agravante, que muitas das pessoas que encontro, especialmente no hospital de Cascais, são antipáticas e desagradáveis, despacham-nos em 5 minutos e nem sequer olham para a nossa cara.

Este sábado depois de estar com uma dor no joelho há uns dias, decidi ligar para a saúde 24 e lá me disseram que tinha que ir ao hospital de Cascais. Com algum receio lá fui e entretanto percebi que podia aproveitar a minha experiência para vos deixar aqui um pequeno guia e algumas dicas para que corra tudo bem e sem problemas de maior.

Avaliar a necessidade de ir ao hospital

Existem dois sítios (que eu saiba) onde podes ter consultas de urgência: no hospital ou no centro de saúde. O centro de saúde, é mais para coisas tipo uma gripe ou algo menos grave e que não exija a realização de exames. O hospital é para coisas mais graves, ou quando é necessário fazer exames, etc. Mas como é que tu sabes onde te dirigir? Se soubesses o que tinhas, não precisavas de ir ao médico, certo? Não te preocupes, se te sentires doente ou se te tiveres aleijado e estiveres na dúvida se deves ir ao hospital ou não, liga para a linha saúde 24. O número de telefone é o 808 24 24 24 (super fácil de decorar) e tem o custo de uma chamada local.

Resultado de imagem para saude 24

O senhor que me atendeu, não era especialmente simpático, mas foi prestável. Perguntam qual é o problema e depois fazem uma série de questões (não vale a pena tentarem explicar tudo e mais alguma coisa no início porque ele vai voltar a perguntar tudo). Depois, eles dizem-te o que deves fazer. No caso de teres de ir ao hospital, é mesmo uma grande mais valia ligares antes para a saúde 24:

  • não pagas taxas moderadoras, que são 20 euros. Há pessoas que estão isentas, mas para quem não está ainda vale a pena.
  • mesmo que estejas isento ou que não te importes de pagar as taxas, fica a saber que quem liga para a saúde 24, tem atendimento prioritário perante outras pessoas com o mesmo grau de urgência (ex: eu tinha uma pulseira verde, por isso passava à frente de todas as pessoas que tivessem a pulseira verde).

Se já sabes que não é nada que necessite de uma ida ao hospital, podes marcar uma consulta de urgência no centro de saúde. Há uns meses, marquei uma. Nesse caso, é só ligar para o centro de saúde logo de manhã, o mais cedo possível, e pedirem uma consulta de urgência. A consulta pode ser a qualquer hora do dia e com qualquer médico que tenha disponibilidade, não necessariamente o vosso médico de família (no meu centro de saúde é assim, sei que pode variar um pouco).

Passo 2: ida ao hospital

Resultado de imagem para hospital de cascais urgencias

No meu caso, fiquei super feliz ao descobrir que o último autocarro para o hospital de Cascais, da Parede, parte às 17h da tarde de Sábado. Como eram 18h, já não havia transporte directo, por isso optei por ir de táxi (acho fantástico que não exista transporte para o hospital às 18h da tarde de sábado, super bem pensado). Se o hospital for relativamente perto e se não sentirem bem o suficiente para andar de transportes, esta é uma opção mais confortável. Acho que é um dinheiro bem investido.

Entretanto, quando chegares ao hospital deves tirar uma senha (já que neste momento os hospitais são sítios onde mal entramos nos transformamos numa senha). No caso do hospital de Cascais, a minha experiência é que ninguém fala comigo até eu ter a porcaria da senha na mão. Se foste encaminhado pela saúde 24, deves dizê-lo no guiché quando fizeres a inscrição.

Depois vais ser chamados pelo teu número (o teu novo nome enquanto estiveres no hospital) para a triagem. Onde um enfermeiro te vai fazer mais algumas perguntas e atribuir-vos uma cor consoante o grau de urgência do vosso problema. É um sistema que se chama protocolo de Manchester, a tabela abaixo indica o tempo máximo de espera, consoante a cor.

Imagem relacionada

No meu caso foi-me atribuída uma pulseira verde, dado que o meu problema não era particularmente urgente. Lá pensei que ia ficar umas belas horas à espera. No entanto, como era para a urgência de ortopedia, fui logo chamada e atendida.

No entanto, é bom ires preparado para ficar lá algum tempo, principalmente se houver um surto de gripe ou se o hospital estiver na sua capacidade máxima. No hospital de Cascais, podes ver online os tempos de espera, para teres uma ideia antes de ir (não sei se outros hospitais têm isto). De qualquer forma, é boa ideia levares qualquer coisa para te entreteres (eu levei um livro e um planner). Pessoalmente, se tiver enjoada ou com dores de cabeça prefiro não ter nada a frente, mas neste caso como me doia o joelho podia ser útil. Levem também comida, porque normalmente não se vão poder afastar muito e na sala de espera só têm máquinas com comida muito pouco saudável (eu levei fruta, umas bolachas de milho e água).

De regresso a casa

Se tiveres uma receita, este é o momento de passar pela farmácia. No meu caso, como já não ia encontrar farmácias de serviço de regresso a casa, optei por apanhar o autocarro no Cascais shopping (3 em 1: passei na farmácia, jantei e apanhei outro autocarro para casa). Caso seja muito tarde e decidam regressar de táxi, podem pedir ao taxista para passar numa farmácia perto do hospital ou perto de vossa casa (isto se precisarem de iniciar a toma dos medicamentos rapidamente). Para consultarem as farmácias de serviço podem utilizar o site das farmácias portuguesas.

Se quiseres ficar a par de todas as novidades, subscreve a newsletter:

One Reply to “Como fazer se ficares doente e precisares de ir ao hospital?”

  1. […] 16 mil vezes (ao todo, claro). Os posts mais lidos (foram: aquele em que escrevi sobre como fazer se ficares doente e se precisares de ir ao hospital, um outro (recente) que escrevi no dia em que passaram 8 anos da morte da minha mãe, a receita de […]

Deixe uma resposta