Monstros fantásticos e onde encontrá-los – vale a pena ir ver?

monstros-fantasticos-onde-encontra-los

No fim de semana fui ao cinema com o Miguel. Fomos ver os Monstros Fantásticos e onde encontrá-los. No dia 18 fizemos 18 meses e depois de passarmos o dia com o novo cão do Miguel, o bacon, fomos ver o novo filme da saga Harry Potter. Foi a primeira vez que fomos ao cinema os dois e apesar de alguns momentos menos agradáveis entre os dois, adorei.

Há muito tempo que queria ir ao cinema com o Miguel, chegámos a ver os filmes que existiam algumas vezes. Mas durante um ano e meio, por diversas razões, não se proporcionou. Ambos gostamos de cinema (o Miguel adora) e, sendo algo, até romântico era quase estranho nunca termos ido os dois. Não planeámos de propósito para ir nesta altura. Pura e simplesmente havia um filme que o Miguel queria ver, eu achei que podia ser giro e fomos.

eu-e-o-miguel-no-filme-monstros-fantásticos
Eu e o Miguel antes de entrar no cinema

Honestamente, não tinha uma expectativa muito elevada. Já tinha visto algumas críticas menos boas do filme e achei que ia ser mais um daqueles filmes cheios de monstro. Como eu não sou grande apreciadora do estilo “fantástico” e de “ficção científica”, não estava muito entusiasmada com o filme em si.

Pois é, surpreendi-me. Adorei o filme. Gostei do mundo imaginário. Gostei que tivesse o número de referências suficientes ao Harry Potter, sendo no entanto diferente o suficiente, para ser algo novo e nos surpreender. O filme tem uma imagem absolutamente fantástica, os detalhes, a maneira como os planos estão construídos. Adorei mesmo.

Lembram-se do primeiro Harry Potter? Lembram-se da magia? Lembram-se de verem o filme e ficarem de boca aberta a cada novo plano? Lembram-se de se sentirem surpreendidos? Eu lembro-me, lembro-me de ir ao cinema e ficar surpreendida. Lembro-me de pensar que adorava que a escola fosse assim. Que os jornais tivessem vídeos, que as cartas voassem até nós, que as escadas se mexesse. Neste filme não temos nada dessas coisas, mas temos outras: roupa que se seca sozinha, pratos que se cozinham com a varinha mágica (não o electrodoméstico), malas de viagem que têm mundos lá dentro, novas poções, etc.

O mundo que se esconde dentro da mala é absolutamente espectacular e acho que a maneira semi-cenário, semi-real como está construída faz todo o sentido, sendo que dentro da mala existe uma espécie de Parque/Jardim Zoológico/Reserva Natural com vários climas, adequados a cada um dos monstrinhos. Para além disso, alguns monstrinhos parecem mesmo uns docinhos, outros são mesmo feios (peço desculpa a quem gosta).

Todo o filme gira à volta do obscurus que está na cidade e vive através de uma criança. Não querendo colocar spoilers aqui (do tipo em quem é que o obscurus vive), acho que faz uma óptima reflexão sobre coisas más que temos dentro de nós. Sobre a forma como quando alguém não é ajudado e é manipulado isso pode levar a cada vez uma maior destruição. Fala da forma como as pessoas vivem com demónios dentro de si que às vezes não sabem como exorcizar. Vemos alguém perdido, que não quer magoar ninguém, que, como não tem apoio, acaba por destruir uma cidade. E vemos como alguém que compreende, alguém que escuta e alguém que realmente quer ajudar pode fazer toda a diferença.

Não vou falar mais sobre a melhor parte, que é o fim, porque não quero estragar a experiência a quem for ver. Mas acho que este filme, como muitos outros, conta muito mais do que a história que conta. Talvez tenha sido por isso que gostei tanto dele.

também podes gostar de

6 comentários

  1. “Fala da forma como as pessoas vivem com demónios dentro de si que às vezes não sabem como exorcizar. Vemos alguém perdido, que não quer magoar ninguém, que, como não tem apoio, acaba por destruir uma cidade. E vemos como alguém que compreende, alguém que escuta e alguém que realmente quer ajudar pode fazer toda a diferença.” – Não sou muito fã de Harry Poter, mas esse trecho do seu texto até que me fez ter curiosidade por ver o filme. Cinema é um entretenimento muito romântico – faça mais vezes =D

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *