4 dicas para poupar nos livros da faculdade

livros da universidade
Tempo de leitura:4 minutos

Vou começar a escrever alguns artigos sobre formas de poupar. Algumas pessoas podem dizer que sou forreta, eu gosto de pensar que sou financeiramente inteligente. A verdade é que quando poupamos podemos comprar mais coisas, ter mais experiências, ou por o dinheiro de parte (embora não seja muito boa nesta última). Por isso, vou começar a partilhar aqui no blog alguns truques e dicas de poupança para que também possam ser mais financeiramente inteligentes.
Como sou uma universitária no regresso às aulas, vou começar por falar de algumas dicas para poupar em livros académicos e técnicos. Agora que voltei às ciências da vida e aos manuais com preços verdadeiramente assustadores (100-200 euros), estou outra vez por dentro das técnicas todas.

1) consultar os livros da biblioteca – sim, aqueles que ficam lá a apanhar pó enquanto toda a gente reclama sobre o dinheiro que tem que gastar. Se é verdade que são livros nos quais não podemos escrever e sublinhar, em última análise são a opção mais económica. Não têm custo (é preciso apenas o cartão da faculdade) e alguns até podem levar para casa para ler. O grande senão é que não podemos guardá-los connosco para sempre. Alguns manuais queremos guardar, porque são livros mais de consulta do que de leitura (mas novamente se ainda formos alunos podemos ir à biblioteca e consultá-los). A verdade é que há livros de consulta que comprei que acabava por consultar sempre na biblioteca quando precisava para fazer trabalhos porque estava na faculdade e não ia andar carregada com livros.

 

2) Fazer download dos livros. Não sei se devia escrever isto no blog mas se forem à internet e pesquisarem o nome do livro + PDF download, normalmente existem ficheiros online com os livros. Depois podem imprimir, ou versão super low cost consultar no PC. Existe um site que agrega imensos sites online que é o libgen, o endereço exacto vai mudando, porque basicamente é um site de pirataria de livros, sobretudo académicos. Se estiverem em algum tipo de disciplina de ciências ou se precisarem de manuais internacionais quase de certeza que encontram o vosso livro lá. Depois podem consultar no tablet ou computador ou imprimir os livros. Para imprimir coisas recomendo a copianço, na loja das Avenidas Novas estavam com uma promoção de 0,012 cêntimos para impressões a preto e branco, mas fora da impressão quando imprimem muitas páginas fica a 0,015 por página (confirmem sempre os preços porque não é igual em todas as lojas, fui à de Paço de Arcos e paguei muito mais para imprimir meia dúzia de coisas).

3) fotocopiar só as partes que cos interessam – todos sabemos que fazer fotocópias integrais de um livro é ilegal, mas de um capítulo de cada vez não. Fiz isso em enfermagem com um livro de fisiologia e fui fotocopiando os capítulos conforme iamos dando a matéria daquele capítulo. Esta dica tem uma vantagem extra: como só têm um bocadinho do livro de cada vez, é muito mais fácil irmos lendo e não deixar o livro a um canto até ao final do semestre. Para além disso, muitas vezes não nos interessa o livro c

4) Comprar os livros mais baratos. Para quem quer mesmo ter os livros, deixo-vos duas dicas para comprarem os livros:
4.1) para livros cuja versão original é em inglês, ir a um site internacional como a amazon e o bookdepository e ver se compensa o preço da versão original mais os portes (atenção que na amazon para Portugal vão ter sempre que pagar portes, por isso contem com isso para não serem surpreendidos no momento do pagamento). O book depository normalmente é ligeiramente mais caro nos livros técnicos, mas acaba por compensar porque não se pagam portes de envio. Contem que os livros demoram a chegar (entre duas semanas e um mês), por isso não encomendem à última da hora.

encomendar livros

4.2) Encomendar livros usados e de edições anteriores. Especialmente em áreas onde o conhecimento não evolui muito rapidamente (e mesmo nas que evoluem porque os livros normalmente não espelham a mesma velocidade). Vale a pena mandar vir edições antigas, mesmo nas que evoluem rapidamente um livro usado de uma edição com entre 5 e 10 anos é significativamente mais barata e está bastante atualizado na amazon ou no abebooks têm imensos livros usados, costuma sempre dizer o estado do livro (aceitável, bom, muito bom,novo- normalmente os livros de bom para cima só têm algumas coisas de sublinhado e assim). Devem ter em conta os valores do porte de envio (nisto prefiro o abebooks porque conseguimos ver o valor para cada livro na listagem. Na amazon, temos que por no carrinho e só no fim é que descobrimos que afinal o livro que custa 1 dolar custa 40 de portes de envio. Na abebooks na lista dos livros se carregarem em “shipment”, selecionam portugal e vêm logo se vale a pena. Esta opção pode ser complementada com a opção 2 ou 3, para consultar as versões mais recentes dos livros e ver se está tudo conforme. Para títulos portugueses (e mesmo estrangeiros) vale sempre a pena ir ao OLX. Normalmente, é bastante mais rápido embora a oferta aí varie muito.

Se gostaste deste post, deixa os teus contactos e vou-te avisar sempre que sair um novo post 😉