afinal quem está em casa?

 

Olá! Antes de mais bem-vindos ao meu blog! Esta é uma página sobre mim e que serve também como uma pequena apresentação do blog.

Sendo que o blog se chama “No Parents at Home”, afinal de contas quem é que está em casa? Bem, sou eu, a Mafalda. Tenho 24 anos e sou estudante de Psicologia, estagiária em Marketing e directora de uma júnior empresa, para além de aprendiz de investigadora no (pouco) tempo que me sobra.

Como a maior parte das pessoas, quando nasci, comecei por viver com os meus pais. Mas cedo, aos 10 anos, tive que aprender a viver sem pai. Foi estranho, mas como os meus pais eram divorciados e eu via o meu pai uma ou duas vezes por mês o impacto no dia-a-dia não foi muito grande e foram precisos anos para eu perceber que realmente já não ia passar mesmo outro fim de semana com ele.

No mesmo ano em que o meu pai morreu a minha mãe esteve bastante doente, o que foi um grande susto, mas tudo acabou por correr tudo bem (imaginem o que seria o meu pai e a minha mãe morrerem no mesmo ano). Porém, este foi um sol de pouca dura: quatro anos depois foi-lhe diagnosticado um tumor no cérebro de um grau muito avançado. O foco nem sequer estava na cura, estava em prolongar a vida o mais possível. A minha mãe acabou por morrer 3 anos depois, quando eu tinha 17. Aí para além da morte em si, houve todo o processo de acompanhar uma doença oncológica durante 3 anos desde o início até à fase terminal, algo que certamente não gostaria de ter passado nos anos fortes da minha adolescência. Desde que fiz 18 anos que optei por viver sozinha e os últimos 6 anos, têm sido uma aventura, que quero partilhar agora com este blog: viver sozinha e aprender a tornar-me numa adulta sem os meus pais. Não é fácil, mas com um erro aqui e outro ali, acho que me tenho safado.

E porquê um blog? Na realidade, sempre adorei blogs: já tive alguns (mas só dois em que tenha escrito consistentemente), costumo ler outros. Mais recentemente, descobri o pinterest, onde leio e aprendo muito sobre projetos em casa, organização/arrumação/limpezas/receitas, etc. Mas sinto sempre que muitos desses blogs são direcionados para mulheres mais velhas e normalmente casadas e com filhos. Para já, esse não é o meu caso e por isso quis criar um blog onde a informação esteja mais adaptada a jovens em início de vida que já não estão em casa dos pais, mas ainda não são casados e com filhos.

Espero que nas suas dimensões: uma mais de partilha de vivências e outra mais de partilha de dicas, este blog seja útil a quem o ler. Quando escrevi este texto, ainda não tinha divulgado o blog. E a verdade é que tenho sentido nos últimos dias com algumas mensagens que recebi, sobretudo de pessoas que passaram por situações semelhantes, o sentido que este projecto pode fazer.

Espero que gostem! Sintam-se à vontade para partilhar, comentar e dar sugestões.

Até ao próximo post!

assinatura

escrito: 27 Agosto 2016

revisto e publicado: 1 Outubro 2016

NOTICE: if you don’t speak portuguese, welcome to my blog anyway! The initial idea was to create a bilingual blog and this post was initially written in both languages.  I am an avid user of pinterest and I think it would be much more interesting if I could share my ideas with more people all around the globe. Unfortunately since I am now in a really busy moment of my life I had to chose wether to launch it only in portguese or not at all. I went with the first, but don’t worry. g goes accordingly, I will star translating the most interesting posts when things slow down. You can always follow me on instagram, facebook or send me an e-mail to mafalda@noparentsathome.com. I will be happy to answer. 

Se quiseres ficar a par de todas as novidades, deixa o teu nome, email e escolhe se preferes receber um email sempre que for publicado um novo post ou uma newsletter semanal.