Uma reflexão sobre os 25 posts em 25 dias

25-anos-25-dias-25-posts

Para celebrar os meus 25 anos decidi escrever 25 posts em 25 dias.  Sabia que era desafiante, mas achei que era fazível e levei uma chapada de luva branca da vida. Depois de 4 tentativas cheguei ao fim e, agora, gostava de partilhar convosco um pouco do processo, o que correu bem, o que correu mal, o que aprendi. Acredito que podemos aprender muito com a experiência dos outros, por isso espero que este post vos seja útil. O post é longo, por isso deixo-vos um resumo no fim.

Primeira tentativa

A primeira tentativa começou em Abril e a ideia era os 25 posts antecederem os 25 anos. Comecei tardiamente, mas achei que não haveria problema em dois ou três posts sairem mais tarde com posts do género “o que muda com os 25 anos”. Logo no início comecei a falhar nas horas de saída dos posts, depois comecei a falhar dias e por fim passei mais de uma semana sem publicar nenhum (SHAME!).

Segunda tentativa

Com a chegada dos meus anos parecia-me parvo abandonar o projecto por isso decidi retomá-lo, com um post sobre a consistência. Voltei a partilhar os primeiro posts, o que me deu alguns dias para ir escrevendo os seguintes.  A certa altura claro que comecei a deixar para a última, comecei a falhar uns dias e voltei a ficar vários dias (talvez semanas) sem escrever.

Nesta altura, também foi a altura em que tive que me focar mais na tese e era difícil estar sempre ao computador. Quando a tese apertou (no início do Junho) acabei por deixar o projecto mais uma vez pendurado (desculpem, queridos leitores).

Terceira tentativa

No fim de Junho achei que ia acabar o projecto de uma vez, na realidade só me faltavam 3 artigos. Escrevi o primeiro, cheia de pujança, mas depois não escrevi mais nenhum. Nesta altura estava a trabalhar, a terminar a tese e o relatório de estágio e novamente era difícil. Mas só faltavam 3 artigos, por isso mais valia tê-lo feito logo. Mas pronto.

Quarta tentativa (e última)

A quarta e última tentativa começou a semana passada, inspirada pela chegada ao fim do curso, fui invadida por uma vontade de acabar tudo e de não procrastinar. O primeiro post foi bastante fácil, o segundo custou mais, mas finalmente terminei algo que tinha começado 3 meses antes.

Em geral

Em 3 meses, lá escrevi os 25 posts, levou quase 4 vezes mais tempo, mas cheguei ao fim. Durante esse tempo, especialmente durante a segunda tentativa as coisas correram bastante bem com o blog e por isso gostava de partilhar convosco alguns resultados e aprendizagens. Se quiserem saber mais sobre algum ponto digam-me nos comentários.

Resultados:

  • O blog tem 60 posts. Queria muito aumentar o conteúdo do blog (sem perder qualidade claro). Chateia-me quando entro num blog, quero ler mais e não há mais. Por isso, fiquei muito feliz de passar a ter um blog mais recheado e talvez seja a razão do resultado seguinte.
  • Passado alguns dias o blog passou a ter leitores todos os dias, isto é, no início o blog funcionava por picos, cada dia que saía um post tinha muitas visualizações e depois vários dias sem visualizações. Agora não há nenhum dia que não tenha visualizações (ainda que sejam pouquinhas).
  • Durante o desafio o blog ultrapassou as 11 000 visualizações. Não tenho mantido muitos registos, mas seguramente estava abaixo das 10000 quando comecei o desafio.
  • Passei a ter muito mais ideias e a estar muito mais envolvida. Sobretudo durante a segunda tentativa em que escrevia todos os dias durante cerca de duas semanas. Depois de um período de adaptação inicial, começou a ser muito mais fácil ter ideias e escrever. E só o fiz por 15 dias, por isso imaginem os resultados se tivesse continuado por mais tempo.

Aprendizagens:

  • Escrever posts todos os dias não é para mim. Quando comecei escrevia posts 3 dias por semana em dias fixos e isso mantia-me disciplinada na escrita, sem ser algo extremamente exigente. Mas escrever posts todos os dias não é de todo algo que funcione para mim. Exige escrever todos os dias e às vezes pura e simplesmente isso não é possível. Embora tenha vontade de escrever todos os dias, acho que é mais realista voltar aos 3 dias e aumentar gradualmente o número de dias.
  • Quando queremos postar com regularidade é muito importante ter alguns posts na gaveta. Notei uma grande diferença da primeira para a segunda tentativa quando já tinha 8 posts escritos. Se a partir daí a pessoa continuar a escrever com regularida, se falhar um dia ou dois não tem problemas.
  • Adoro um post com boas fotografias, mas isso acaba por me impedir de fazer o que mais gosto, escrever. A verdade é que isso acaba por atrasar muito os meus posts e no fim nem sinto que faça tanto diferença. Pelos próximos tempos, vou manter o blog pobre em fotografias. Quando sentir que sou capaz de o fazer com maior agilidade, talvez volte a incluir mais fotos no blog.
  • A escrever tanto, acabei por conseguir encontrar melhor a minha voz e o meu estilo. Isto é algo com que me tenho debatido ao longo dos meses. Aquilo que eu gostava que o blog fosse, aquilo que eu sou, aquilo que eu gosto e como combinar tudo num  blog. É possível que isto me leve a reformular algumas coisas no blog e a repensar a direcção do mesmo. Tenho dado mais voz às minhas opiniões e passado menos tempos nos posts “úteis” que nos recomendam a escrever. Não perdi leitores (pelo contrário) e divirto-me muito mais a escrever. Também não me importo muito se o post é longo ou curto, quem quiser lê, quem não quiser não lê (mas desculpem pelo post longo 🙂

No futuro, já tenho algumas ideias de mudanças que quero fazer no blog, algumas rúbricas que quero começar e por isso é provável que comecem a sair algumas novidades em breve. Se quiserem ficar a par de todos os posts que saem não se esqueçam de subscrever:

Resumindo

Em 3 meses, lá escrevi os 25 posts, levou quase 4 vezes mais tempo, mas cheguei ao fim.

Resultados:

  • O blog tem 60 posts.
  • Passado alguns dias o blog passou a ter leitores todos os dias.
  • Durante o desafio o blog ultrapassou as 11 000 visualizações.
  • Passei a ter muito mais ideias e a estar muito mais envolvida.

Aprendizagens:

  • Escrever posts todos os dias não é para mim.
  • Quando queremos postar com regularidade é muito importante ter alguns posts na gaveta.
  • Adoro um post com boas fotografias, mas isso acaba por me impedir de fazer o que mais gosto, escrever.
  • A escrever tanto, acabei por conseguir encontrar melhor a minha voz e o meu estilo.

também podes gostar de

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *